Professores realizam nova reunião com o governo federal


Amanhã, dia 1º de agosto, a partir das 21h, os professores federais em greve há mais de dois meses, realizam uma nova reunião com o governo federal a fim de dar uma resposta oficial à proposta apresentada no dia 24 de julho. O Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN) recomenda que todas as Instituições Federais de Ensino (IFEs) organizem vigílias até que uma nova proposta seja apresentada. O “Luau da Greve” tem o intuito de pressionar o governo federal para que as reivindicações da categoria sejam realmente atendidas.

De acordo com o ANDES, 48 de 57 instituições de ensino superior votaram pela continuidade da greve, rejeitando a segunda versão da proposta do governo. Para fortalecer o movimento grevista e avançar nas negociações, o ANDES-SN propõe que os comando locais de greve das 57 universidades enviem emails à presidente da república, bem como promovam um tuitaço com a hashtag #falaserioMercadante.

Segundo o presidente da Associação dos Docentes da Universidade Federal no Piauí (ADUFPI), Mário Ângelo, o Comando Local de Greve espera que o governo federal apresente uma proposta que realmente reestruture a carreira docente.

“Tanto o Comando Nacional de Greve como o Comando Local de Greve estão na expectativa de resolver o movimento grevista. No entanto, a responsabilidade está com o governo em apresentar uma proposta que atenda às reivindicações da categoria, sem perdas salariais e diferente das propostas anteriores”, afirmou o presidente da ADUFPI.

Nesta terça-feira (31), servidores federais de 29 categorias em greve no país, reuniram-se em um ato público em diversas capitais brasileiras para protestar contra a falta de negociações com governo federal, bem como mostrar a indignação dos servidores com a determinação do corte de ponto dos grevistas.

Assessoria da ADUFPI
COMPARTILHAR:

+1