A leitura não precisa de objeto para dar sentido‏

Carlos Pontes - Revista Mambembe
Caro(a)s amigo(a)s,

Essa foi do Rubem Alves a respeito de LEITURA. Observem que feliz consideração ele faz:

“...todos os sentidos exigem um objeto para dar sentido. Se quero felicidade com o olho tenho que ter uma coisa para VER. Se quero felicidade com o nariz tenho que ter algo para CHEIRAR. Se quero felicidade com a boca tenho que ter algo para COMER”.

Mas há um sentido que não precisa de objeto para dar felicidade. É o sentido de OBJETOS INEXISTENTES e esse sentido... é a LEITURA.

Segundo ele, lendo CEM ANOS DE SOLIDÃO emite a seguinte opinião: “aquela obra de Gabriel Garcia Marques é cheia de lorota, de mentiras, ele inventou tudo aquilo, nada daquilo existiu ... é mentira do princípio ao fim”.

...Mas é uma coisa absolutamente deliciosa... (e citando Manoel de Barros: as coisas que não existem são mais bonitas)...

Você entra na história vive o sentimento dela e viaja com toda a sua imaginação...

Boa semana.

Carlos Pontes
Mambembe
Parnaíba-PI
COMPARTILHAR:

+1