publicidade

publicidade

ADUFPI realiza nova assembleia


Nesta segunda-feira (13), desde às 9h, a Associação dos Docentes da Universidade Federal do Piauí (ADUFPI), realiza uma nova assembleia para deliberar sobre os encaminhamentos da greve da categoria. A reunião acontecerá no auditório da Associação e contará com a participação de professores de todos os campi da Universidade Federal do Piauí.

Segundo presidente da ADUFPI, Mário Ângelo, será feita uma avaliação da greve, iniciada no dia 17 de maio, bem como serão definidas as próximas atividades de protesto e mobilização.

“O governo federal tentou acabar com a greve por meio da assinatura de um acordo com uma entidade não representativa dos professores, o Proifes. No entanto, a tentativa fracassou, uma vez que a totalidade das assembleias realizadas deliberou pela manutenção do movimento grevista. Seguindo recomendação do ANDES-SN, realizaremos uma nova assembleia para traçar um plano de ação na tentativa de que o canal de negociações com o governo seja reaberto”, afirmou o presidente da ADUFPI.

De acordo com a professora Valéria Silva, integrante do Comando Local de Greve-UFPI, na conjuntura atual, é necessário também avaliar o que deve ser priorizado na pauta de reestruturação da carreira.

“Depois de quase três meses de braços cruzados, devemos avaliar os aspectos da pauta de reivindicação dos docentes que poderão ser flexibilizados numa eventual negociação com o governo federal. Estamos sendo sensatos, entendendo que quando se vai a uma negociação, não se vai para impor, mas para ganhar uma parte e abrir mão de outra. Na assembleia discutiremos o que não abriremos mão e o que poderemos ceder, para ser contemplado futuramente,compreendendo que isso tudo só se fará se o governo resolver levar em conta seriamente nossa proposta de carreira”, destacou Valéria Silva.

Antes da assembleia, a categoria realizou “O Barulhaço da Greve”, às 7h, no pórtico da UFPI onde os professores distribuiram uma carta à população e a comunidade acadêmica explicando a manutenção da greve na universidade.

Assessoria da ADUFPI
COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia