Mão Santa ingressa no Ministério Público Federal pedindo providências para a saúde parnaibana

Advogado Apoena Almeida Machado
A assessoria Jurídica de Mão Santa ingressou hoje, 15 de agosto, com Pedido de Providência perante o Ministério Público Federal, requisitando medidas urgentes para reverter o caos que a saúde parnaibana está sofrendo.

Mão Santa se refere a um problema pontual de ausência de atendimento clínico e cirúrgico nas especialidades de ortopedia e traumatologia, na medida em que os médicos com essas especialidades pediram seus descredenciamentos do SUS, porque os valores pagos pelos procedimentos, previstos na tabela do SUS, são ínfimos.

Com o descredenciamento desses médicos, os hospitais não têm profissionais para atender a sociedade, e somente o hospital do Dirceu, gerido pelo Estado e que tem 02 ortopedistas em plantão de 24 horas, está atendendo a sociedade.

Para o advogado Apoena Almeida Machado, o Pedido de Providências “demonstrou o enorme compromisso de Mão Santa com a sociedade civil que precisa de atendimento e com a classe médica parnaibana, que também precisa de uma remuneração justa pelo seu trabalho”.

O Pedido de Providências sugere ao Ministério Público Federal que recomende à Prefeitura Municipal de Parnaíba, enquanto gestora da saúde no município e das verbas federais previstas, que promova políticas públicas de saúde destinadas a rever os valores previstos na tabela do SUS, para que haja melhores condições aos hospitais e aos médicos para realizar o atendimento da sociedade.

Ascom
COMPARTILHAR:

+1