publicidade

publicidade

Mão Santa pede a prisão de Bikanca e Mickael Brito por crimes contra a honra


A Assessoria Jurídica de Mão Santa formulou pedido de prisão de Márcio Brito e Mickael Brito por descumprimento de acordo judicial

Mão Santa havia ingressado com cinco ações judiciais, dentre civis e criminais, contra o Portal do Bikanca, responsabilizando o titular do Portal, Márcio Brito e seu hoje substituto Mickael Brito, por crimes contra a honra.

Nas audiências, Márcio Brito e Mickael Brito se retrataram, firmando acordo de retirar do Portal todas as matérias relacionadas ao Mão Santa e sua Família, assim como não promover nenhuma outra notícia cujo o conteúdo não fosse comprovável, ou seja, não fossem factoides e meras especulações.

Para o advogado Apoena Almeida Machado, “nos quinze dias após o acordo, ele foi cumprido, mas hoje o desrespeito ao acordo judicial enseja na execução, pelo juiz criminal, das penas de prisão inseridas nos artigos 139 e 140 do Código Penal. Ponderei ao Mão Santa, na audiência, que o Márcio Brito poderia não cumprir, mas ele preferiu confiar.”

Além do pedido de execução criminal, a assessoria de Mão Santa ingressou, nesta segunda-feira, dia 20, com duas Representações Eleitorais contra o Portal do Bikanca e Márcio Brito, e hoje, quinta-feira, com a terceira.

Também foi apresentada uma Representação Eleitoral contra o Portal do B. Silva, que está reproduzindo as declarações do Márcio Brito no seu Facebook.

“Hoje temos a certeza da descredibilidade das notícias dos Portais do Bikanca, Acorda Parnaíba e B. Silva. Eles se revezam para burlar a lei eleitoral, no interesse de algum candidato que, ao que parece, está desesperado. Mas já está em estudo, na nossa equipe, ingressar com uma Ação de Cassação do Registro de Candidatura do Márcio, porque ele também é candidato, e esse tipo de conduta é vedada por lei”, conclui o advogado Apoena Almeida Machado.

Ascom
COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia