Mutirão do Construcard registra 95% de acordos


A Justiça Federal no Piauí divulgou hoje (08) balanço parcial do mutirão de audiências de conciliação de processos que envolvem o financiamento de material de construção pela Caixa Econômica Federal – Construcard. Nos dois primeiros dias (06 e 07 de agosto), o mutirão alcançou o percentual de 95% de acordos celebrados, negociando valores acima de meio milhão de reais. O mutirão de conciliação de processos do Construcard prossegue até amanhã (09), na sede da Justiça Federal, na avenida Miguel Rosa, perto do HUT.

“O percentual de acordos celebrados demonstra a importância da conciliação. As pessoas têm comparecido ao mutirão e, o que é mais importante, saído das audiências com a situação resolvida. As audiências são rápidas, duram cerca de meia hora. A conciliação torna a Justiça mais célere e os resultados são mais satisfatórios, porque construídos pelas partes, que dialogam e chegam a bom termo”, declarou o juiz federal Lucas Mariano Cunha Aragão de Albuquerque.

De acordo com o magistrado, ainda há tempo para buscar a conciliação nesse mutirão de processos do Construcard: “Se o cidadão foi intimado para audiência e não pode comparecer, ou se o processo dele não foi selecionado para o mutirão, mas ele deseja a conciliação, ainda há tempo. Basta comparecer amanhã (09), no último dia do mutirão, à 4ª Vara Federal, e solicitar a inclusão do seu processo ou a realização de sua audiência. Estamos prontos para atender e tentar juntos solucionar essas pendências judiciais”, explicou.

O juiz federal credita o alto percentual de acordos celebrados à análise prévia dos processos, o que permitiu à Caixa Econômica Federal oferecer descontos atrativos e parcelamento dos débitos.

“Na conciliação, todos saem ganhando. A instituição financeira reavê parte dos seus recursos, a Justiça encerra processos de forma mais rápida e o cidadão regulariza sua situação financeira, retirando seu nome dos cadastros de restrição ao crédito, como SPC e SERASA. No caso específico desse mutirão, a Caixa Econômica está oferecendo descontos de até 85% no valor da dívida e parcelando em até seis vezes. É uma oportunidade única para quitar o débito, extinguir a ação judicial e resgatar seu poder de compra”, encerrou o juiz federal Lucas Mariano Cunha Aragão de Albuquerque.

Por Viviane Bandeira - Seção de Comunicação Social (SECOS)
Justiça Federal do Piauí
COMPARTILHAR:

+1