Empresa paulista de fertilizante a partir de algas planeja unidade na ZPE


Os diretores técnico comercial e administrativo financeiro da ZPE Parnaíba, Dinarte Porto e Márcio Gomes, respectivamente, viajaram para Tutóia (MA), na semana passada, para visitarem as instalações da empresa Oceana, interessada em operar na ZPE Parnaíba.

A Oceana é uma empresa sediada em São Paulo que possui uma planta industrial em Tutóia. A empresa produz um fertilizante orgânico extraído a partir de algas marinhas calcificadas. O produto é destinado para a produção agrícola e animal, e possui grande aceitação no mercado mundial.

Os diretores da ZPE foram recebidos pelo gerente da Unidade no Maranhão. Durante a vista eles puderam conhecer a estrutura da empresa e verificar as necessidades da Oceana para uma possível instalação dentro da ZPE Parnaíba.


No primeiro semestre empresários da Oceana reuniram-se com o Governador Wilson Martins e demonstraram interesse em instalar uma planta industrial na ZPE Parnaíba semelhante a de Tutóia, e assim, ampliar sua produção e focar no mercado externo.

“O governador Wilson Martins está interessado na atração desse investimento e determinou à Companhia Administradora que fosse tomada as devidas providências para viabilizar a instalação da empresa no Piauí”, disse Dinarte Porto. O diretor técnico comercial explica que a Companhia está procurando um terreno adequado para atracar as barcas no quebra mar de Luís Correia.

Assessoria de Comunicação  
COMPARTILHAR:

+1