publicidade

publicidade

Vereador agora é fiscal de obra? E antes porque não fiscalizava o executivo?


Cada vez me surpreendo com a audácia dos candidatos em Parnaíba. Desta feita flagrei o carro de um determinado candidato a vereador inspecionando o momento em que diversos caminhões de areia amarela sendo derramada na Avenida Armando Cajubá (Antiga 3 de maio).

Imaginem só: se isto for levado a Justiça Eleitoral como compra de votos? Pois segundo informações de habitantes do local a notícia é que houve uma reunião com os moradores daquela região e nela foi tratada com os mesmo a construção de um “calçadão”. Agora eu pergunto a você caro eleitor... Será que eles não tiveram tempo de fazer essas obras dentro dos “oito anos de mandato do atual prefeito com o seu vice que hoje é candidato a prefeito”? Ou será um meio de confundir a cabeça do eleitor.

E pelo que sei, a área é privada e atualmente administrada pela CFN - Companhia Ferroviária do Nordeste e para construção de qualquer obra teria que passar por um processo de autorização da empresa detentora dos direitos de exploração. A Companhia Ferroviária do Nordeste, foi a vencedora do leilão de desestatização da Malha Nordeste da RFFSA em 18 de julho de 1997, iniciou suas atividades no dia 1 de janeiro de 1998, constituída pelas linhas de bitola métrica das antigas Estrada de Ferro que compreende a ferrovia entre o porto de Amarração, atual Luís Correia a Teresina, no Piauí.

Gente, isso é um absurdo. Todos sabem que isso é só uma maquete pra poder os parnaibanos cair no conto do vigário. Qual será o motivo de tanta mentira? Por que eles estão tão preocupados? O negócio é aqui, em Parnaíba. Qual o objetivo dessas mentiras?

Gleitowney Miranda – Facebook  
COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia