Invasão de casas termina com prisão de líder comunitária e bomba de efeito moral


No final da tarde desta terça-feira (27/10) a Policia Militar foi comunicada a respeito de uma confusão que estava acontecendo em um residencial que está sendo finalizado pela ADH – Agência de Desenvolvimento Habitacional do Governo do Estado do Piauí, localizado próximo ao Conjunto Joaz Souza em Parnaíba.  


Policiais da Força Tática da Polícia Militar se dirigiram ao local e lá chegando puderam ver que novamente se tratava de problema relativo a invasão das casas do residencial da ADH. Populares se negavam a desocuparem as casas que deverão ser entregues para os verdadeiros proprietários no início do próximo ano.  


Segundo informações obtidas pelo Acesso343 cerca de 40 famílias ocupam as casas invadidas e todos seriam comandados por Maria dos Milagres da Cunha Ferreira, uma líder comunitária e presidente de associação de moradores.  


O certo é que o problema iniciou no sábado (24) e vinha se “arrastando” até hoje (27) quando culminou com a prisão de Maria dos Milagres da Cunha Ferreira, que agrediu fisicamente a representante da ADH com puxão de cabelo e socos.  


Após a prisão de Milagres o clima no local ficou tenso, a Força Tática teve inclusive que usar spray de pimenta e bombas de efeito moral para dispersar populares que tentavam tumultuar o trabalho da representante da ADH que estava sendo acompanhada pela PM. 


Durante o período em que a reportagem do Acesso343 esteve no local pudemos observar por diversas vezes Milagres tentando jogar a população contra a PM e a representante da ADH. 


Apesar de todos os problemas gerados pelos invasores, a Força Tática que era comandada pelo Capitão Ronald, fez um ótimo trabalho e utilizou spray de pimenta e bombas de efeito moral somente em um momento extremo, quando a situação ultrapassou todos os limites de tolerância. 










Por Gilson Brito
Fotos: Gilson Brito e Willians Geraldo
COMPARTILHAR:

+1