Fapepi e Seduc fazem parceria para apoiar projetos de pesquisa


20 projetos em Teresina e Parnaíba serão apoiados pela inciativa

Na próxima quinta-feira a Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) e Secretaria Estadual de Educação (Seduc) firmam termo de cooperação técnico-financeira para uma ampla pesquisa relacionada ao processo de ensino e aprendizagem na rede estadual de ensino. O projeto intitulado "Apoio a projetos de pesquisa e extensão voltados ao desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem nas escolas da rede estadual de ensino do Piauí" vai contemplar 20 projetos de pesquisa no Piauí para estimular a observação sobre o aprendizado no Estado.

O projeto será desenvolvido em Teresina e Parnaíba, onde serão contempladas 20 escolas da rede estadual de ensino. Serão 15 escolas em Teresina e 5 em Parnaíba, abrangendo 40 professores e 3.000 alunos da referida rede de ensino. “É uma parceria pioneira no Piauí que visa levar a educação básica pública que prioriza práticas de ensino alternativas”, afirma a presidente da Fapepi, Bárbara Melo. O planejamento para o projeto inclui a seleção de ideias voltadas para áreas específicas do conhecimento nas quais os alunos têm um conhecimento mais deficiente, ou tem mais dificuldade em assimilar o conteúdo. As disciplinas a serem abrangidas pelo projeto são matemática, química, física, biologia e português.

O objetivo da parceria entre Fapepi e Seduc é elevar o nível de aprendizagem dos alunos das escolas da rede estadual de educação por meio da realização de pesquisas científicas vinculadas ao processo de ensino-aprendizagem. “Consiste em um projeto que fortalece a educação pública em duas frentes. Integra a comunidade científica à demanda local e fortalece a formação de professores que são sujeitos destas salas de aula”, destaca Bárbara Melo. Além disso, a parceria busca também estimular a aplicação direta dos conhecimentos produzidos pelas pesquisas na rede estadual de ensino.

O projeto espera elevar o nível de aprendizagem de 3000 estudantes da rede de ensino estadual assim com o nível de qualificação de 40 professores da rede estadual de ensino através das pesquisas. “O pesquisador vai passar um ano discutindo com os professores a respeito de práticas de ensino inovadoras”, comenta a presidente da Fapepi. A seleção dos projetos começa em janeiro e fevereiro de 2013.

Por Carlos Rocha
COMPARTILHAR:

+1