Inconformado, Parnahyba enfrenta ABC na estreia da Copa do Brasil

Batista Filho - Gerante de Futebol do Parnahyba Sport Club | Foto: Gilson Brito - Acesso343
Esta é a segunda vez que ABC e Parnahyba se enfrentam pela Copa do Brasil. Em 2006, o time piauiense foi eliminado pelos potiguares na 1ª fase

Insatisfação. Esse é o sentimento do Parnahyba após conhecer o adversário da Copa do Brasil deste ano. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, nesta quinta-feira (31), os confrontos da primeira fase. O Tubarão vai enfrentar o ABC.

- Depois desse anúncio, não só o time, mas toda a cidade de Parnaíba está triste. Para comemorar o centenário, esperávamos enfrentar um time grande, que movimentasse os jogos. O time foi campeão piauiense. O Parnahyba merecia isso neste ano tão importante – desabafou o gerente de futebol do Tubarão, Batista Filho.

O time potiguar disputa a Série B do Campeonato Brasileiro e já enfrentou outros times piauienses na Copa do Brasil. Em 2006, o ABC também encarou o Parnahyba e acabou eliminando o time piauiense na primeira fase.

Conhecendo bem a estrutura do primeiro adversário em 2013, o treinador do Tubarão, Paulo Moroni, recebeu com tranquilidade a notícia de que terá que passar pelo ABC se quiser seguir na competição nacional. O técnico, inclusive, comandou o clube potiguar em 2001.

- O ABC é um time forte, de tradição, muito difícil de lidar– disse Paulo Moroni.

Com as atenções voltadas para o Campeonato Piauiense, Paulo Moroni garante que não haverá uma preparação específica para Copa do Brasil. O objetivo do clube, de acordo com o treinador, é conquistar o Estadual no ano do centenário.

- A Copa do Brasil é uma premiação ao time campeão estadual, é uma forma do clube se organizar e ter o torcedor por perto também. Quero ser campeão piauiense para nos mantermos na competição no próximo ano. Quando for a hora de focarmos na competição, vamos focar – afirma Paulo Moroni.

Experientes
No atual elenco do Parnahyba, dois jogadores já atuaram pelo time em outras edições da Copa do Brasil vestindo a camisa do Tubarão. Em 2004, o zagueiro Eridon esteve presente nos dois jogos disputados contra o Nacional-AM. Já o goleiro Ribamar enfrentou o próprio ABC em 2006.

Por Náyra Macêdo, Neyla do Rêgo Monteiro e Aline Rodrigues – Globo Esporte
COMPARTILHAR:

+1