publicidade

publicidade

Matéria sobre vereador de Parnaíba repercute na imprensa da capital

Marcos Menezes (Foguinho) - Vereador PSL | Foto: Gilson Brito
Uma matéria publicada recentemente nos veículos de comunicação da cidade de Parnaíba sobre o vereador Marcos Menezes (Foguinho) do PSL foi repercutida hoje (10/01) pela imprensa da capital.

A matéria fala que sobre a mudança de posicionamento do citado vereador foi publicada pelo jornalista Walcy Vieira no Portal Ai5Piauí (www.ai5piaui.com).


Leia abaixo a matéria publicada no Portal Ai5Piauí :

'Foguinho' de Parnaíba deu pra trás na Câmara

O ‘Foguinho’ da vida real existe, mora no Piauí, precisamente em Parnaíba (litoral do Estado) e foi eleito vereador do município nas eleições de 7 de outubro de 2012. Até ai tudo bem. O problema é que o vereador Marcos Menezes, o ‘Foguinho’ (PSL), foi eleito em uma campanha simples e acima de tudo humorística, usando o discurso de mudar o perfil, a imagem, as velhas práticas das ‘raposas da política’ local. Mas, ainda nem sentou direito na cadeira e parece já ter sofrido um surto de amnésia: logo na primeira oportunidade ‘comunga’ com as decisões dos ‘velhos caciques’, votando na mesa diretora da câmara que deu a presidência a vereadora Neta do PPS.

Na ficção, ‘Foguinho’ foi o personagem do ator Lázaro Ramos, na novela Cobras e Lagartos (TV Globo). Era um jovem carismático, sentimental, mentiroso contumaz, boxeur sem talento, de caráter fronteiriço, contraditório, ingênuo e sonhador. Apesar de trapalhão, ‘Foguinho’, o da novela, tinha um coração de ouro. Filho de Ramirez, o agiota do Saara, ‘Foguinho’ perdeu a mãe cedo e foi criado pela madrasta, Shirley, com quem o pai teve mais dois filhos: Téo e Sandra. Ele era o patinho feio da família já que, nitidamente, seu pai preferia os filhos do segundo casamento, e a família toda o considerava um perdedor. Mesmo assim, ‘Foguinho’ gostava de todos e deseja ser aceito, querido e admirado por eles. Mas ele nunca conseguiu nada que queria: sonhava ser um campeão de boxe, mas jamais ganhou uma única luta; queria namorar a linda e ambiciosa Ellen, sua paixão de infância, mas ela não queria saber de pobre. O próprio pai de ‘Foguinho’ se encarregava de rebaixá-lo o máximo possível, fazendo-o trabalhar como homem-sanduíche, se exibindo pelas ruas do Saara para anunciar sua loja de penhores. Mesmo assim, Foguinho ainda acreditava que um dia, num golpe de sorte, sua vida vai mudar. E mudou. Foi o personagem principal, realiando, no final da novela, todos os seus sonhos.

Na vida real, o nosso vereador ‘Foguinho’ está só começando a carreira e ainda tem chance de fazer tudo que prometeu (inclusive empolgou o eleitorado), ‘peitando’ de frente os ‘tubarões’ da política de Parnaíba.

Walcy Vieira - Editor Executivo | Portal Ai5Piauí

Por Gilson Brito – Acesso343  
COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia