publicidade

publicidade

Arbitragem beneficiou o Parnahyba, primeiro gol contra Corissabá foi irregular


No último domingo (03/02) foi realizado em Parnaíba no Estádio Municipal um jogo pelo Campeonato Piauiense Chevrolet 2013 entre Parnahyba Sport Club e Associação Atlética Corisabbá pela 2ª rodada do certame estadual. A partida teve o placar final de 2 a 0 para os donos da casa, no caso, para o Parnahyba. Jogo este que foi muito polêmico em todos aspectos, aliás isso pode-se notar se analisarmos as manchetes que a imprensa esportiva num todo usou para destacar esse confronto: “Em um jogo tumultuado...” Em um jogo de três expulsões...”. Essas e outras manchetes que já demonstravam mais ou menos como foi o jogo no Piscinão do Tubarão.

Pênalti não marcado à favor do time florianense do Corisabbá, 12 cartões amarelos e 3 vermelhos distribuídos durante a partida, gol ilegal do Parnahyba após desvio com a mão do zagueiro Gilmar Bahia. Em fim foram esses e outros erros por parte da arbitragem, comandada por Antônio Santos Nunes, e auxiliada por Edimilson Timóteo e Antônio Sérgio, que interferiram de forma direta no resultado final do jogo.

No primeiro gol azulino aos 19 minutos da etapa complementar, após cobrança de escanteio do lateral esquerdo Rian, o zagueiro Gilmar Baiano subiu e desviou com a mão direita rumo ao gol. Se foi intencional ou não, só o próprio jogador pode dizer, afinal podemos comprovar com os nossos registros fotográficos que o atleta desviou sim com a mão, tornando assim um jogada irregular. E na verdade após o desvio do zagueiro Gilmar, foi o seu companheiro de zaga Marcos Gasolina que balançou a rede, empurrando a bola antes que a mesma atravessasse completamente a linha do gol de Baby.

O técnico do Corisabbá Fastiviano Fernandes, o Vanin, viu a atuação da arbitragem decisiva para que o seu time amargasse a primeira derrota no campeonato.

Nós estávamos muito bem, mas o jogo mudou quando o juiz interferiu. Teve pênalti não marcado a nosso favor, gol de mão e ainda as expulsões. Aí o jogo mudou completamente. Acho que perder para o Parnahyba aqui no litoral é normal, mas não perder dessa forma não. E outra, com o excelente time comandado por esse grande técnico que é o Paulo Moroni, o Parnahyba não precisa disso”, finalizou Vanin, indignado com a “interferência” constante da arbitragem no decorrer da partida.

Após esta primeira derrota, o Corisabbá só volta a campo no próximo dia 16, contra o Picos, no Estádio Helvídio Nunes, sem poder contar com os titulares Baby e Cleiton Maranhense, que cumprirão suspensão automática após a expulsão. Já o Parnahyba vai à campo nessa quarta-feira (06/02) no Estádio Lindolfo Monteiro em Teresina enfrentar a equipe do Flamengo-PI. O Tubarão do Litoral não poderá contar com o zagueiro Gilmar Baiano que cumprirá suspensão automática, e após sentir desconforto muscular, Marcos Gasolina é dúvida para a partida.

Veja abaixo a sequência do gol irregular validado pelo árbitro Antônio Santos Nunes: 







Por Gilson Brito e Kairo Amaral
Fotos: Gilson Brito e Kairo Amaral
COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia