João Cláudio será uma das atrações musicais da Festa da Melancia em Jatobá


O artista piripiriense será uma das atrações da 10ª edição da Festa da Melancia em Jatobá do Piauí, município a 134 km ao norte de Teresina.

O município de Jatobá do Piauí foi criado em 1995, sendo sua área proveniente do município de Campo Maior. Com 4.523 habitantes em 2007, sua taxa de crescimento populacional foi de 0,71% ano entre 2000 e 2007, menor que a estadual que é de 0,97% e menor que a nacional que é de 1,21%. Sua principal fonte de renda é o cultivo da melancia - o maior produtor do estado.

A CULTURA DA MELANCIA
Jatobá do Piauí fica a 134 km ao norte de Teresina e foi emancipado em 1995, desmembrado de Campo Maior, uma das cidades históricas do estado do Piauí. Por volta do ano 2000, depois de um trabalho de pesquisa feito por técnicos contratados pela prefeitura, constatou-se que o solo do município, em quase sua totalidade é muito fértil para o cultivo de melancia, melão, abóbora, jerimum, maracujá, entre outros, além do milho, feijão arroz, mandioca e outras cultura que já eram cultivadas na região.

A dificuldade era plantar melancia num local seco, antes de começar a estação chuvosa que se inicia em dezembro e segue até abril. O poder público, então, perfurou poços tubulares para vários agricultores e se iniciou, ainda timidamente, o plantio de melancia. A plantação acontece no fim do mês de novembro e é “aguada” com baldes até as chuvas de dezembro ou janeiro chegar.

Hoje o município já tem uma área de 500 hectares plantada, atingindo 15 mil toneladas por ano, gerando renda e riqueza no município. Através da Assembleia legislativa do Piauí, o município foi denominado oficialmente como a “capital da melancia” do estado.

A FESTA DA MELANCIA
O evento foi realizado timidamente pela primeira vez, em 2002 no povoado Montanha. No ano seguinte foi transferido para o Povoado Tamarindo, onde permanece até hoje. De lá pra cá a festa só não aconteceu em duas oportunidades. No ano de 2004 e 2007 por que a safra foi prejudicada pela estiagem.

Campo Maior em Foto
Foto: Divulgação
COMPARTILHAR:

+1