publicidade

publicidade

Proliferam casos de motos com numeração do motor e chassi raspados‏


A Polícia Rodoviária Federal verifica terem aumentado o número de motocicletas que apresentam a numeração do chassi e do motor deliberadamente destruídos. A ação criminosa usa deste método ilícito para impedir a identificação do veículo, dificultado o acesso ao registro de eventual ocorrência de roubo ou furto.

Somente na tarde de ontem (31) duas motocicletas foram apreendidas por apresentarem os sinais de identificação do motor e chassi raspados. As ocorrências se verificaram em fiscalização da PRF no Km 223 da BR 230, área do município de Oeiras/PI.

As motos apreendidas ontem foram uma HONDA/CG 125 Titan, conduzida por FAV, 25 anos e uma HONDA/KS 125, conduzida por S.M.M.R, ambas sem a placa de identificação. No mês de janeiro outra moto adulterada já havia sido recuperada na rodovia BR 316 em Teresina/PI.

Os dois condutores presos e as motos foram levados ao Distrito Policial de Oeiras onde responderão por suposto crime de adulteração de sinais identificadores de veículo automotor. O Código Penal Brasileiro prevê para este ilícito pena de reclusão de três a seis anos e multa.

Comunicação Social PRF/PI  
COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia