publicidade

publicidade

I CNDR é aberta por ministro e tem participação ativa da Codevasf


A proposição de alternativas que ajudem a reduzir as desigualdades regionais foi o foco do discurso do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, na abertura da I Conferência Nacional de Desenvolvimento Regional (I CNDR), evento que conta com participação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) – empresa pública vinculada ao MI que, além de executar ações que visam a estimular o desenvolvimento do semiárido nordestino, tem participado ativamente dos debates nacionais em torno da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR).

"A Conferência é um marco para o desenvolvimento regional brasileiro. É uma oportunidade para que todas as diferentes regiões do país expressem seus anseios, suas reivindicações, seus projetos. O Ministério da Integração vem coordenando este processo e a Codevasf desempenha um importante papel na área. Somos uma companhia de desenvolvimento e estamos presentes em oito estados do Nordeste, região que ainda carece de desenvolvimento. Acredito que da Conferência sairão políticas norteadoras que nos auxiliarão a promover desenvolvimento", avalia Elmo Vaz, presidente da Codevasf, que marcou presença nesta terça (19) no evento de abertura no Centro de Convenções Brasil 21, em Brasília.

Além do presidente da Companhia, assessores, analistas e superintendentes regionais compareceram à solenidade. No encontro, delegados eleitos em conferências estaduais e regionais discutirão uma nova Política Nacional de Desenvolvimento Regional.

"É possível um Brasil mais equilibrado. Não podemos aceitar que nenhuma região fique para trás. Temos que ter políticas públicas para espalhar o desenvolvimento pelos quatro cantos do território nacional", afirmou em seu discurso o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho.

A I CNDR integra a Semana de Desenvolvimento Regional – promovida até sexta (22) pelo MI em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) – , e reúne 443 delegados de todas as unidades da federação.

Cinco dos delegados são empregados da Codevasf. Romualdo Ramos, funcionário da Companhia na superintendência do Piauí e delegado na Conferência, afirma que traz para o encontro sua experiência no Nordeste. "Sendo do Piauí e da região mais sofrida do país, a região Nordeste, buscamos defender princípios e diretrizes que podem vir a minimizar o sofrimento de quem vive na área. Nossa intenção é de que essa região se nivele em termos de desenvolvimento a outras regiões do país", afirma.

Assessoria de Comunicação e Promoção Institucional da Codevasf
Foto: Adalberto Marques/MI  
COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia