Presidente apresenta nova sede do Fórum Cível e Criminal de Teresina‏


Em coletiva à imprensa no último sábado, 02 de março, a Desembargadora do Tribunal de Justiça do Piauí apresentou a sede do novo Fórum Cível e Criminal de Teresina. O projeto do novo fórum contempla sete pisos, sendo: subsolo, térreo, 1º, 2º, 3º, 4º e 5º pavimentos, em uma área que correspondente cerca de 17 mil metros quadrados. O Fórum será entregue no mês de abril, e abrigará as varas cíveis, criminais, varas de família, registro público, centro de inquérito, plantão judiciário da capital, e ainda o Tribunal Popular do Júri, que funcionará em auditório com área de 225 metros quadrados e capacidade para 260 pessoas. O novo fórum também possui cela com 23,50² destinada para presos em audiência, e salas destinadas para representantes da OAB, Ministério Público e Defensoria Pública.

O novo prédio possui toda a infraestrutura e mobilidade necessária para receber a população jurisdicionada: quatro elevadores para público, elevador de emergência e elevador privativo para juiz, duas escadas para emergência e uma para público, lanchonete, espaço para agência bancária, mobilidade para cadeirante, WC social e WC para portadores de deficiência, tudo devidamente organizado, seguindo a normas do Conselho Nacional de Justiça, de acordo com a Resolução nº 114/2010.


Para a Presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, Desembargadora Eulália Pinheiro, a nova estrutura garantirá mais agilidade, eficiência e segurança aos jurisdicionados. “Oferecer melhores condições de trabalho aos servidores da Justiça é uma das principais preocupações do Tribunal de Justiça. Com a nova sede do Fórum Cível e Criminal, a Justiça do Piauí poderá garantir melhorias na prestação jurisdicional à população piauiense”, pontua a Presidente do TJPI.

A Desembargadora Eulália Pinheiro, afirma que, até o momento, a Presidência e o Setor de Engenharia do Tribunal de Justiça do Piauí não tem conhecimento oficial sobre a interdição da atual sede do Tribunal Popular do Júri, mas reafirma que a nova sede, que será entregue no mês de abril, irá suprir as necessidades da população jurisdicionada, proporcionando as condições adequadas ao desenrolar das atividades dos servidores e operadores do Direito.

Ascom TJ/PI
COMPARTILHAR:

+1