Centenário do Parnahyba. Segunda frustração


O oitavo clube centenário do nordeste vê as véspera de completa cem anos, o time paralisar as atividades por atrasado de salários.

Após a eliminação precoce da Copa do Brasil 2013 diante do ABC de Natal-RN (primeira frustração), agora foi a vez dos salários atrasados atuarem como protagonistas na má fase que se encontra o Parnahyba Sport Club. Os jogadores do plantel azulino paralisaram as atividades no Estádio Petrônio Portela – Centro de Treinamentos, e ameaçam não entrar em campo no sábado (20/04) quando na tabela do Piauiense de Futebol, o Tubarão joga contra o 4 de Julho às 17 horas no Estádio Ytacoatiara em Piripiri.

Nesta terça-feira (16/04) o elenco do Parnahyba paralisou pela segunda vez em 2013 as atividades normais na “Toca do Tubarão”. O motivo? O mesmo de sempre: salários atrasados. Sem receber a dois meses, os atletas azulinos disseram que só entrarão em campo no próximo sábado (20) se as dívidas forem quitadas.

O presidente do clube José Lima, culpou o prefeito da cidade de Parnaíba Florentino Neto, pois segundo o cartola azulino a Prefeitura prometeu que iria continuar com o convênio que, se resumi em repasses de R$ 75.000,00 (setenta e cinco mil reais) durante seis meses em cada ano. Mas não foi o que aconteceu, fazendo com quê a diretoria azulina atrasasse os salários de seus funcionários.

Em entrevista ao repórter esportivo Gláucio Resende, o José Lima chegou a cogitar a retirara do clube parnaibano do Campeonato Piauiense, caso a Prefeitura Municipal de Parnaíba não fizer o repasse. Se isso acontecer o Tubarão do Litoral terá que desembolsar a quantia de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais) em multa para a FFP (Federação de Futebol do Piauí), ficará suspenso durante dois anos de participar de qualquer competição de futebol promovida pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e ainda não receberá nenhum dinheiro do poder público.

O Parnahyba já recebeu da CBF o valor de R$ 130.250,00 (cento e trinta mil e duzentos e cinquenta reais) referente a cota de televisão destinada à todos os clubes que participam da Copa do Brasil de 2013. Segundo a diretoria azulina este dinheiro já foi utilizado em viagens, hospedagens e alimentação dos atletas.

Vários vereadores de Parnaíba irão amanhã à Prefeitura tentar uma conversação com o prefeito Florentino, a fim de resolver a atual situação financeira do time azulino.

Enquanto isso o 1º de maio de 2013 (dia do centenário do Parnahyba) continua sem nada programado para festejar essa importante data não só para o futebol parnaibano, mas principalmente para o futebol piauiense. Infelizmente, o que nos resta é aguardar a terceira frustração. Lamentável!

Por Kairo Amaral

COMPARTILHAR:

+1