Em visita a Assembleia Legislativa, secretário explica etapas para exploração de gás natural


O secretário de Mineração, Petróleo e Energias Renováveis do Piauí, Edson Ferreira, fez uma visita a Assembleia Legislativa na manhã dessa terça-feira (21). A pedido do deputado Ismar Marques (PSB), o secretário foi explicar as próximas etapas para inicio da exploração do gás natural no estado.

Edson Ferreira utilizou seu espaço na tribuna da Assembleia para explicar os novos rumos que o Piauí deve ter com o início da exploração do gás natural. “o estado deve garantir toda a estrutura necessária para instalação das empresas. Além da estrutura física, devemos propiciar recursos humanos que sejam aproveitados com a chegada das empresas petrolíferas”, afirmou o secretário.

O leilão realizado no Rio de Janeiro foi uma etapa inicial, agora vem outros passos como a busca pelas licenças ambientais, esse processo burocrático já está em curso. Em agosto as empresas vão assinar um contrato junto a Agência Nacional de Petróleo para começarem as instalações. Em seguida, as seis empresas que arremataram os lotes vão realizar estudos e a esperança é de que já no ano que vem o gás natural produzido seja comercializado. Para isso, o processo passa perfuração dos poços, a produção da energia elétrica a partir de termelétricas.

De acordo com o deitado Tadeu Maia , ex-secretário da pasta, o Piauí deve lutar para a chegada de um gasoduto ao estado. Ele vai fazer com que o Piauí receba mais investimentos e divisas. O gasoduto é uma luta do governador Wilson Martins junto ao governo federal.

Na tribuna, Edson Ferreira citou o exemplo da cidade de Capinzal do Norte, que hoje é explorado pelo empresário Eike Batista. Lá no Maranhão, a produção de energia elétrica a partir do pólo petroquímico de Capinzal do Norte deve chegar a 3.722 MW, a quantidade é bem maior que a energia produzida pela Barragem de Boa Esperança, que é de 237 MW.

 O secretário de Mineração lembrou sua viagem feita a Europa, acompanhado de Wilson Martins e outros assessores. Na ocasião, eles visitaram empresários europeus com planos de investirem no Nordeste brasileiro. Os frutos dessa visita já estão sendo colhidos, “uma empresa alemã já nos procurou com interesse de implantar placas para o processo de produção de energia solar.

Os deputados aproveitaram a presença do secretário na casa para esclarecimentos sobre os outros trabalhos realizados pela Secretaria no estado. Edson Ferreira explicou que atualmente, a Secretaria trabalha para viabilizar os investimentos da Queiroz Galvão para implantação do Parque Eólico na Chapada do Araripe, com base na cidade de Caldeirão Grande e da OMG, que realiza a primeira etapa de um projeto para instalação de um parque eólico nos município de Paranaíba e Ilha Grande.

Edson Ferreira lembrou do caráter social desses investimentos. A Petrobras, empresa que arrematou dois lotes para exploração de gás natural tem uma responsabilidade social reconhecida internacionalmente. Onde ela investe na exploração de gás natural, ela tem o cuidado de realizar programas culturais e projetos sociais que contribuem com o desenvolvimento da região. O secretário concluiu afirmando estar confiante que o Piauí, como nova fronteira para exploração de gás natural, passa por um momento único e que o governo se prepara para aproveitar essa oportunidade.

Por João Magalhães

COMPARTILHAR:

+1