“Acorda Piauí”

Artigo de autoria de Rafael Leite – Estudante Universitário

Até parece brincadeira dizermos que vivemos em um estado pobre, mas como podemos carregar no peito tal título se nossa digníssima assembleia legislativa vem aprovar um aumento de 9% no salário do Governador e do Vice-Governador , que por sinal já faz parte do seleto grupo dos que mais gastam dinheiro publico, sabe-se lá deus com o que.

A verdade é que tal brincadeira custa muito caro para todos nós que de forma indireta e indiscreta financiamos esse tipo de palhaçada, infelizmente não podemos nem se quer fazer muita coisa e o pouco que nos cabe não é feito. Bom, nossa comodidade resulta nisso, apenas somos passivos de tal descarada notícia.

Claro, não vamos desmerecer os “serviços” prestados pelo governador Wilson Martins e pelo vice-governador Antonio José de Moraes Sousa Filho, se é que esses serviços são dignos de gordos salários em uma terra de poucas oportunidades aos seus filhos, pessoas que suam a camisa em baixo de um escaldante sol que brilha intensamente o ano todo, sem perdoar o pobre coitado que luta por um salário mínimo.

Juntos os novos salários da dupla do poder poderá chegar à casa dos 34.171,00 e tem gente que acha pouco comparando aos gratificantes salários de outros governadores, mas se tratando de Piauí devemos fazer uma equação simples: Respeito ao povo – 9% = milhões de oportunidades perdidas, ou milhões de jovens sem emprego.

O bom é que estamos passando por um momento em que nosso país está finalmente acordando para o que realmente certo. Existem prioridades a serem resolvidas há um bom tempo dentre elas podemos citar os salários dos: Professores, Médicos e Policiais; pessoas as quais deveriam receber um bom salário, porém na realidade do nosso Piauí isso passa bem longe ou ainda não acordamos para isso? Com exceção de meia dúzia de privilegiados, nós somos um povo humilde e muito dos nossos filhos contam com a tal oportunidade perdida de 9% a mais na conta e essa vem a quem talvez não mereça.

Tornando-se realidade esse acréscimo no “magro” salário do nosso governador, bem como de seu vice; nossa assembleia, claro, estará apta a aumentar também o seu e não se espante se isso acontecer logo, pois quando é prioridade para eles a máquina anda como um carro de fórmula 1, entretanto quando o assunto é melhorar a vida do trabalhador, andamos a passos de tartaruga morta de fome.

Devemos acordar enquanto há tempo, porque se é para receber gordos salários, devem trabalhar de acordo com o que recebem. Pagamos seus salários e queremos receber algo em troca e não são apenas promessas. Acorda Piauí ou durma para sempre.

COMPARTILHAR:

+1