publicidade

publicidade

CABEÇA: E os nossos políticos?

Artigo de autoria de Rafael Leite – Estudante Universitário

Em Parnaíba parece está virando algo comum os parlamentares dispor de assessores que não existem, e se existem não sabem de tal função que ocupam na casa legislativa desse município. Enquanto o povo vai às ruas em vários municípios do Brasil para reivindicar melhorias tais como o fim da corrupção; nossos humildes vereadores ou pelo menos dois deles “metem os pés pelas mãos”.

Mas será que somos capazes de nos manifestar contra isso?

Primeiro surgiram graves denúncias contra o vereador Bernardo Rocha (PSC) e a Casa está analisando o processo que pode até chegar à cassação do parlamentar, diga-se de passagem, marinheiro de primeira viagem (lutou tanto para chegar aonde?). E há poucos dias surgiu na imprensa local uma denúncia contra a Vereadora Francisca Neta (PPS), digamos que, no mesmo calibre da acusação do seu colega, Bernardo.

Detalhe!

O detalhe disso é que a vereadora Neta (PPS) é presidente do legislativo municipal, então, qual é o moral que um presidente tem depois de ser denunciado? Não é pelos 200,00 reais, muito menos pelos 900,00! Entretanto o povo de Parnaíba merece respeito, afinal pagamos os salários de 17 funcionários, funcionários que saem muito caro para os cofres públicos, ainda mais em uma cidade que é tão carente de coisas simples, inclusive, um transporte digno de um ser humano.

Em meio aos manifestos o povo de Parnaíba precisa acordar e por ordem na sua Casa, pois eu aprendi que uma faxina bem feita deve-se começar do quarto até atingir a casa toda.

Creio que com essas denúncias, chegou à hora de repensarmos quem deve realmente nos representar em questões que são ligadas diretamente ao nosso dia a dia, já que em tanto tempo de história eles não foram capazes nem de dar nome as milhares de “projetadas” que existem em Parnaíba.

Acordem para isso e lembrem-se: vocês têm 17 funcionários, se o seu patrão não tem pena de você, não tenha pena deles.

SUGESTÃO:
Acordem para isso e lembrem-se: vocês têm 17 funcionários! Chegou a hora de cobrar pelo serviço deles!

COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia