publicidade

publicidade

Vereadores parnaibanos aprovam Moção de Repúdio contra presidente do River Atlético Clube

Câmara Municipal de Parnaíba
Por solicitação dos vereadores Gerivaldo Benício e Carlson Pessoa a Câmara Municipal de Parnaíba aprovou, na noite desta quarta-feira (05/06), o título de Persona Non Grata e uma Moção de Repúdio, contra o presidente do River Atlético Clube, ex-deputado federal Elizeu Aguiar, a quem culpam pelos problemas que o time do Parnahyba Sport Club vem enfrentando desde que conquistou o Bicampeonato Piauiense de Futebol.

“O presidente do River, numa ação irresponsável, entrou na Justiça impedindo o Parnahyba de receber os 10% da renda a que tinha direito e o prêmio de 50 mil e o carro, ganhos com a conquista do título”, disse o vereador Gerivialdo, atribuindo a isso o fato da equipe azulina haver se desestabilizado, com os principais jogadores deixando o time, motivo principal de sua derrota no jogo em Pernambuco contra o Salgueiro, cuja situação poderá interferir ainda no jogo do próximo sábado, contra o Ypiranga, no estádio Verdinho.

Elizeu Aguiar - Presidente do River
“O dinheiro da premiação também seria utilizado como “bicho” para os jogadores, estímulo para eles melhorarem o desempenho dentro de campo, o que foi impossibilitado pela limitar impetrada na Justiça por esse Elizeu Aguiar”, disse o vereador, lembrando que mesmo após enfrentar os problemas enfrentou, durante o campeonato, com atraso de salários, atraso no repasse da prefeitura, o time parnaibano conseguiu o bicampeonato, porém, a ação do presidente do River está fazendo com que o Tubarão fique sem receber a premiação a que fez jus, prejudicando sua campanha na Série “D” do Campeonato Brasileiro.

Solidarizando-se com o colega Benício, o vereador Carlson Pessoa solicitou que, além da Moção de Repúdio também fosse votado o título de Persona Non Grata a Elizeu Aguiar, “que deve ser candidato a deputado nas próximas eleições e vir pedir votos nesta cidade que ele é contra”, lembrou o vereador. Os vereadores Gustavo Lima, filho do Presidente do Parnahyba, José Lima e André Neves, filho do diretor do time, Cazé Neves, também fortaleceram a solicitação dos dois colegas, “porque se cometem esta violência contra o Parnahyba também estão cometendo contra a cidade”.

Por Bernardo Silva

COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia