Ato público no Piauí marca soltura de 100 mil alevinos na bacia do Parnaíba


Os rios Parnaíba e Poti ganharam na manhã desta quarta-feira (4) 100 mil alevinos da espécie curimatã, peixe nativo da bacia do Parnaíba, inseridos na área do Parque Municipal Encontro dos Rios, por uma parceria da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com o Governo do Estado e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs). Esse foi o segundo peixamento realizado no estado do Piauí neste ano com a participação da Codevasf. O objetivo é repovoar recursos hídricos da região com a inserção de peixes jovens e alevinos de espécies nativas da Bacia Hidrográfica do Rio Parnaíba.

Presente à soltura dos alevinos, o governador do Piauí, Wilson Martins, destacou a importância da piscicultura para o estado. "A piscicultura é uma atividade importante no rio Parnaíba, que é uma âncora de todo o Vale. O Encontro dos Rios não poderia ser mais simbólico. Nós temos aqui pessoas que vivem da pesca em torno dos rios Parnaíba e Poti, e nós viemos trazer uma espécie que é nativa aqui destes rios, que é o curimatã, produzida aqui no Piauí”, disse o governador.

Ele aproveitou para agradecer à Codevasf, à SDR e ao Dnocs pela parceria. “Estamos fazendo isso no estado todo, já instalamos nove projetos importantes de peixamento e piscicultura nas barragens e grandes lagoas. Vamos ter muito mais renda, emprego e qualidade de vida, além de contribuir efetivamente para o meio ambiente", frisou.

Os peixes usados no repovoamento foram levados até o local em "transfish" - caixa de transporte de peixes vivos, para então serem soltos no rio. As espécies nativas são produzidas pelo Dnocs na estação de piscicultura Ademar Braga, em Piripiri (PI), que recebeu recursos da Codevasf para a ampliação de sua capacidade de produção de 3,5 milhões para 10 milhões de alevinos ao ano, destinados a povoamento de reservatórios, açudes e rios e produção em tanques-rede distribuídos por todo o Estado.

Assessoria de Comunicação e Promoção Institucional da Codevasf

COMPARTILHAR:

+1