publicidade

publicidade

Ministério Público e Polícia Civil irão investigar direção do Hospital de Campo Maior

O Ministério Público (MP) e a Polícia Civil irão investigar os possíveis maus tratos, abuso de poder, constrangimento ilegal e perseguições que estariam acontecendo no Hospital Regional de Campo Maior (HRCM) por membros da atual direção com os servidores daquele órgão.

O pedido foi protocolado pelo Deputado Estadual Antônio Félix (PSD) após receber um relatório com várias denuncias de irregularidades que estaria sendo cometidas pela gestora e com os nomes de algumas das pessoas que já foram vítimas de perseguição. “Entregamos o relatório com inúmeras denuncias, mas acreditamos que o MP e a polícia vão encontrar mais irregularidades quando começarem a investigar”, comentou.

O parlamentar requer que seja aberto um procedimento investigatório policial para apuração das denuncias para lhe auxiliar no seu trabalho fiscalizatório. Os documentos foram entregues ao promotor Cláudio Bastos e para a Delegada Regional Dra. Ana Luiza. “Não temos duvidas de que o Ministério Público e a Polícia Civil irão se debruçar e investigar essas denuncias e livrar os servidores do hospital”, pontuou Antônio Félix.

O deputado disse que decidiu entrar com o pedido após visita feita na semana passada e receber um relatório dos funcionários que andam amedrontados com medo de represálias. Ele apresentou um requerimento na Assembleia Legislativa do Piauí pedindo o afastamento imediato da diretora e foi aprovado por unanimidade.

O próximo passo, segundo o parlamentar, é levar a denuncia ao Ministério Público Federal (MPF) e a Secretaria Estadual de Saúde (SESAPI) para que as providências sejam tomadas urgentemente. “Todo dia recebemos ligações de servidores apavorados com o que vem acontecendo no hospital e não podemos ficar só assistindo esse tipo de coisa”, argumentou.



Por Weslley Paz

COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia