publicidade

publicidade

Servidores do IAPEP de Campo Maior protestam contra doação do prédio para a prefeitura

Prédio da Prefeitura de Campo Maior
Na manhã desta quinta-feira (18) os servidores do IAPEP de Campo Maior realizaram um protesto contra a doação do prédio que pertence ao Governo do Estado para a prefeitura de Campo Maior. Eles alegam que estão sendo despejado sem nem mesmo serem ouvidos.

O anuncio da doação foi feito durante a visita da comitiva do Governador a sede do órgão nesta quarta-feira (17). De acordo com as informações repassadas ao Campo Maior em Foco, a princípio seria doado apenas duas salas, mas o governador Wilson Martins juntamente com o prefeito Paulo Martins anunciaram que seria doado totalmente e o IAPEP passaria a funcionar no Espaço Cidadania. Mas os servidores afirmam que isso não é possível.

O problema seria porque é necessário ter um lugar para guardar os arquivos do IAPEP e salas especializadas para a realização das perícias médicas, assim como também acomodar todos os 14 servidores.

O ofício encaminhado ao Secretário Estadual de Administração, Paulo Ivan pela prefeitura de Campo Maior afirma que o coordenador do IAPEP de Campo Maior, Jair Balaio teria dito que há viabilidade de concentrar suas atividades em salas do Espaço Cidadania e ceder o prédio do IAPEP para o funcionamento do Centro Especializado de Odontologia – CEO, mas em entrevista ao Campo Maior em Foco ele negou que tenha concordado com a doação. “Apenas falei que é possível ficar lá até uma reforma aqui no prédio, mas me disseram que vão fazer uma analise para saber se não vai interferir no movimento”, comentou Jair.

Os servidores temem que a situação do funcionamento do IAPEP de Campo maior, que atende quase 17 cidades, fique ainda pior. “O órgão já funciona mal por falta de estrutura e agora estamos na eminência de perder o prédio”, ressaltam os funcionários.

Por Weslley Paz

COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia