Gerivaldo deu um “cala boca” em “Foguinho” durante discussão na câmara


Foi durante a apresentação do requerimento do vereador Marcos Menezes “Foguinho” (PSL), na sessão ordinária desta segunda-feira (05), que uma discussão acalorou o plenário, as primeiras palavras do vereador Gerivaldo Benício (PR) para o colega “Foguinho” foram as seguintes “eu ainda estou com a palavra vereador”.

O vereador Marcos Menezes em seu requerimento solicitava do poder executivo a limpeza de “sujeira e matos” no cemitério do Bairro Catanduvas, apenas os dois termos constavam no requerimento, usando a palavra “Foguinho” pediu a reconstrução de um muro que segundo ele está caído. Foi então que o vereador Diniz (PRTB) pediu um aparte e disse “a prefeitura já executou a limpeza do citado cemitério” afirmou.


Quando a presidente Neta C. Branco (PPS), colocou em votação o projeto, o vereador Gerivaldo disse que a casa não poderia passar como irresponsável de aprovar um requerimento que não teria efeito, até porque a prefeitura já havia executado o serviço, Gerivaldo foi interrompido por “Foguinho” que dizia “se vossa excelência não quiser votar, não precisa” alertava.

Em resposta firme Gerivaldo disse “eu ainda estou com a palavra, vereador Marcos, respeite o regimento desta casa, quando eu terminar aí vossa excelência fala” enfatizou Gerivaldo.

Ainda foi dada pela presidente Neta, a sugestão de ser feito um requerimento verbal, mas o vereador Marcos cruzou os braços e preferiu não tocar mais no assunto.

Blog do Tiago Mendes

COMPARTILHAR:

+1