PRF prende motociclista que apresentou nível recorde de álcool no organismo‏


Policiais Rodoviários Federais do posto da PRF de Valença/PI, situado no Km 206 da rodovia BR 316, na noite de ontem, prenderam o condutor de uma motocicleta depois de ficar constatado por bafômetro que estava dirigindo sob efeito de bebida alcoólica.

Durante o serviço os agentes da PRF notaram a aproximação de uma moto, cujo condutor estava sem capacete de segurança e dirigia de forma desequilibrada. A fiscalização deu ordem de parada, que não foi atendida. Desta forma, houve necessidade de acompanhamento para obrigá-lo a interromper o deslocamento.

Depois de parado, percebeu-se que o piloto da moto, R.C.O.N, 30 anos, residente em Teresina, apresentava sinais evidentes da ingestão de bebida alcoólica. Submetido ao teste do bafômetro ficou constatado que havia em seu organismo um teor de álcool equivalente a 1,93 mg/l – miligramas de álcool por litro de ar expelido.

Esta medida revela a completa embriaguez alcoólica do condutor, considerando que quase atinge a capacidade máxima de medição do aparelho, que está apto a realizar medições situadas numa escala que compreende o intervalo de 0,05 a 2,00 mg/l.

Além de estar sem capacete, restou ainda apurado pela fiscalização que o condutor da moto HONDA/CG 125 FAN KS, emplacada em Pimenteiras/PI, não possui carteira de habilitação e estava circulando sem os documentos do veículo. A ocorrência foi apresentada à Polícia Civil em Valença do Piauí.

Mesmo com alterações da legislação que instituiu a chamada Lei Seca, a Polícia Rodoviária Federal registra aumento de 77% nos casos de flagrantes de motoristas que dirigem depois da ingestão de bebida alcoólica. No primeiro semestre de 2013 foram 556 casos. No mesmo período em 2012 registraram-se 314.


Comunicação Social PRF/PI

COMPARTILHAR:

+1