TRE vai julgar processo que pode cassar prefeito de Marcos Parente por compra de votos

Manoel Emidio de Oliveira, prefeito de Marcos Parente
O Desembargador José Ribamar Oliveira deve marcar em breve, a data para o julgamento do processo que pede a cassação de diploma do prefeito de Marcos Parente Manoel, Emídio de Oliveira da Coligação “Unidos para o bem de todos”. Ele é acusado pela Coligação “A Vitoria Que Vem do Povo”, por Abuso de Poder Econômico e Capitação Ilícita de Sufrágio (Compra de Votos) nas eleições de 2012.

O Procurador Regional Eleitoral do Piauí, Alexandre Assunção e Silva, decidiu que o RCED (Recurso Contra Expedição de Diploma) deve continuar e enviou sua manifestação para o Desembargador José Ribamar Oliveira e agora o processo de cassação do Prefeito de Marcos Parente está em sua fase final e deve ir a julgamento em breve.

Por Rauristênio Bezerra - GP1

COMPARTILHAR:

+1