Piauí participa de festival nacional de arte das APAEs em São Luís


Uma delegação com mais de 50 alunos das Apaes de Parnaíba, Elesbão Veloso, Esperantina, Teresina e Pedro II, está desde a última quinta-feira (14) em São Luís, capital do Maranhão, para representar o Estado do Piauí no IX Festival Nacional Nossa Arte, organizado pela Federação Nacional das Apaes (FENAPAES). O Festival conta com a participação de alunos de todo o Brasil, que durante todo o final de semana fizeram apresentações de dança folclórica e moderna, artes cênicas, música e literatura.

O presidente da federação das Apaes do Piauí, Emerson Gondim destaca que é muito importante a participação dos alunos de Apae em um festival que reúne alunos de todo o Brasil. “É um festival nacional, onde a competição sempre vai existir, mas o importante é a integração entre os alunos. Aqui temos alunos de todos os Estados do Brasil e o Piauí, que sempre se destacou em festivais e em olimpíadas, não poderia deixar de participar”, ressalta.


Emerson também lembra a importância do apoio do governo do Estado do Piauí para o desenvolvimento dessas e de outras atividades. “Nós só temos que agradecer ao governador Wilson Martins e ao secretário Hélder Jacobina, porque sem essa parceria jamais nós poderíamos estar aqui participando desse evento, levando o nome do estado do Piauí e mostrando o nosso trabalho”, conta.

O coordenador de artes da Federação das Apaes do Estado do Piauí, José Cláudio Barbosa, explica que os trabalhos apresentados em São Luís foram selecionados durante um festival estadual, realizado no município de Pedro II. Ele explica ainda que as atividades artísticas é realizada em todas as Apaes do Piauí, de forma descentralizada. “Esse trabalho chega até os municípios através dos professores de arte, que são articulados pela coordenação estadual, que repassa as orientações necessárias”, revela.


Para o secretário da SEID, Hélder Jacobina, a participação da Apaes do Piauí neste festival mostra que o Piauí realiza um trabalho efetivo de inclusão das pessoas com deficiência. “Além de mostrar que o estado do Piauí tem algo efetivo, que as entidades realmente realizam um trabalho dignificante, que melhora a autoestima desses alunos e de suas famílias, mostra também que elas são pessoas capazes”, afirma. O gestor ressalta ainda que o governo do Estado do Piauí mostra mais uma vez o seu comprometimento com as entidades de pessoas com deficiência e que a secretaria esta de portas abertas para parcerias com as entidades.

De acordo com o presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Piauí – CONEDE-PI , Mauro Eduardo, o festival é uma grande oportunidade que o Brasil tem de conhecer o potencial artístico das pessoas com deficiência de cada Estado. Para Livramento Rocha, vice-prefeita de José de Freitas e vice-presidente da Federação das Apaes do Piauí, a participação no festival é complementar ao trabalho que é desenvolvido com os alunos nas entidades.


Por Juarez Oliveira

COMPARTILHAR:

+1