publicidade

publicidade

ATI firma Termo de Cooperação Técnica com a UESPI


Na manhã desta sexta-feira (4), a Agência de Tecnologia e Informação do Estado – ATI – firmou Termo de Cooperação Técnica com a Universidade Estadual do Piauí – UESPI. A solenidade foi realizada na sede da ATI no Centro Administrativo, em Teresina. Através deste termo, a ATI irá compartilhar sua infraestrutura tecnológica com a universidade para o incentivo e desenvolvimento de pesquisa no campo computação aplicada. Os alunos envolvidos no projeto serão supervisionados por professores, essa participação proporcionará o acompanhamento da formação de futuros profissionais da área tecnológica do Estado.

"É a primeira iniciativa da ATI no sentido de integrar a Tecnologia do Estado com Educação Tecnológica. Vamos oferecer para os alunos de pesquisa da UESPI a infraestrutura e contato com equipamento de ponta que possuímos, o ambiente ideal que a universidade precisa para o avanço de pesquisas que vão aprimorar o desenvolvimento de áreas essenciais para o Estado avançar com o uso da tecnologia, exemplo disso é a pesquisa desenvolvida em parceria com a UESPI/Embrapa para monitorar e avaliar o comportamento das abelhas nas colméias, captando informações que estão sendo utilizadas para dar mais qualidade à produção de mel, o que é muito importante para a economia do nosso Estado”, afirma Christiane Alencar, diretora geral da ATI.


Para o Reitor da UESPI, Nouga Cardoso, a parceria dá mais qualidade à formação dos acadêmicos da Instituição. “Eles passarão também a ter mais contato com profissionais que já atuam no mercado. Além disso, a universidade tem outra contrapartida. A parceria inclui o compartilhamento de dados da IES com o Data Center do Estado, através do sistema de nuvem, o que irá proporcionar maior segurança para os dados da UESPI, facilitando a administração tanto na capital quanto no interior do Estado”, afirma o reitor.  

De acordo com o professor Doutor Giovane Carlos, que é um dos supervisores do projeto junto aos acadêmicos, essa parceria é fundamental, pois a universidade precisa, além do espaço físico, o contato com a Agência que detém a tecnologia do Estado. “Hoje, a ATI possui os mais avançados equipamento do estado, o que é perfeito para nós. Sem contar que também teremos espaço para os alunos saírem de sala de aula e vivenciarem o conhecimento teórico aplicado à prática na ATI”, comenta.


Os estudantes já começaram a utilizar a estrutura da ATI e estão confiantes em promissores resultados. “Acredito que essa parceria vai incentivar os estudantes que estão na academia a desenvolverem projetos e pesquisas, trabalhar em equipe e formar uma mentalidade de empresários, para que, saindo daqui possam montar e gerir suas próprias empresas”, comenta Pedro Tomé, acadêmico que participou de projetos na universidade como a empresa júnior CUIA, uma “incubadora de empresas” que agora passa a atuar na sede da ATI. Pedro é um dos beneficiados com a parceria e já está desenvolvendo e aperfeiçoando softwares para multinacionais.

Entre as plataformas que já estão sendo desenvolvidas pelos estudantes e que vão ser aperfeiçoadas junto à ATI estão sites e aplicativos de celular que podem verificar a localização de uma vaga de estacionamento no centro da cidade, mantendo os motoristas informados. O aplicativo “De Olho da Cidade” é um canal inteligente de monitoramento dos problemas da cidade. Através dele, a população pode pontuar os problemas que vivem diariamente na sua rua ou bairro e têm ligação direta com o poder público. Através deste aplicativo, já disponível para web e smartphones, o Tribunal de Contas do Estado também acompanha as soluções propostas e executadas pelos órgãos públicos, facilitando a fiscalização da prestação de serviços. 



Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia