Presidente do PT do Piauí se envolve em Polêmica, desta vez com o Sindjor-PI


A toda “poderosa e manda chuva” do Partido dos Trabalhadores – PT no Piauí, Regina Sousa (presidente da agremiação petista) se envolveu em mais uma polêmica, desta vez com o Sindicato dos Jornalistas no Estado do Piauí (Sindjor-PI). 

José Olímpio - Presidente do Sindjor-PI

José Olímpio, Presidente do Sindicato dos Jornalistas do Piauí, publicou uma nota de esclarecimento em uma rede social, na qual afirma que a presidente da agremiação petista no Estado, Regina Sousa fez chantagem com o engenheiro e presidente da FUNASA Henrique Pires, marido da jornalista Elizabete Sá (que recentemente virou alvo de críticas dos petista após publicação de postagem em seu site - http://www.elisabethsa.com.br – quando fez análise política que envolvia o “torcedor do Botafogo” Assis Carvalho).

Regina Sousa - Presidente do PT no Piauí

Na nota de Regina Sousa, a presidente petista diz que Henrique Pires ocupava cargo no Governo Federal como presidente da FUNASA, e que fazia campanha contra o Partido dos Trabalhadores.

Ao ser procurada por uma equipe de um portal da capital, Regina Sousa falou a respeito do assunto, mas preferiu não prolongar comentários sobre o assunto. Falou apenas o seguinte: “Não fiz terrorismo com ninguém. Mas, não quero falar sobre o assunto, não vou me pronunciar”, declarou a petista.

Regina Sousa é suplente do senador Wellington Dias que em caso de ser eleito governador ela assumirá o mandato no senado federal sem nunca ter recebido um voto sequer.

Confira a Nota Publicada pelo Sindjor-PI em uma rede social:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Alguns dias atrás, a presidente regional do PT, Regina Sousa, fez chantagem com o engenheiro Henrique Pires, marido da jornalista Elizabete Sá, dizendo que ele ocupava cargo no Governo Federal e fazia campanha contra o PT.

Lamentável a postura da dirigente petista, mas, a bem da verdade, em nenhum momento ela citou o nome da jornalista Elizabete Sá, de modo que o Sindjor-PI não tinha motivos para intervir na questão.


Fazemos esses esclarecimentos a propósito de fofocas dando conta da suposta omissão do Sindicato em relação a ameaças sofridas pela jornalista Elizabete Sá.


Esta entidade nunca silenciou e nem silenciará diante de ameaças ou agressões a jornalistas, partam de onde partirem, mas não perde o seu tempo se envolvendo em futricas políticas.



Redação Acesso343

COMPARTILHAR:

+1