publicidade

publicidade

Após conversa, Ministro intercederá para evitar cancelamento de voos em Parnaíba


Na tarde desta quinta-feira (01), o Presidente da Câmara Municipal de Parnaíba, Vereador Gustavo Lima, esteve em Brasília-DF, reunido com o deputado Federal Heráclito Fortes(PSB) e o Ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, para tratar da suspensão dos voos da Azul Linhas aéreas.

A Azul Linhas aéreas começou a operar para Parnaíba em março de 2014. No último dia 17 de setembro, a companhia anunciou, através de nota à imprensa, o cancelamento desses voos a partir de novembro de 2015. Segundo a empresa, o motivo seria a baixa procura de voos e o ajuste em sua malha aérea. Em um segundo comunicado, a companhia já admitia a possibilidade de continuar funcionando, mas apenas nos períodos de alta estação.

Durante a reunião com o ministro, o vereador e presidente da Câmara municipal de Parnaíba, Gustavo Lima, pediu que não fossem suspensos estes voos e argumentou: “Hoje, a média de embarque e desembarque na cidade de Parnaíba chega a 70%, não havendo, portanto, motivos para o cancelamento”, diz. Gustavo Lima ressaltou ainda que a Azul solicitou à Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC, a troca de aeronaves, passando do modelo atual, para uma com capacidade para 120 passageiros. Mas para que isso aconteça, explica o vereador, o aeroporto precisa estar habilitado a funcionar por instrumentos. Segundo ele, essa autorização está suspensa pela falta de alguns requisitos. “A Infraero já cumpriu quase todos, faltando somente a parte de estacionamentos de aeronaves que a legislação vigente exige: distância da pista de 150 metros, frente aos 70 metros atuais”, disse, ressaltando que 46% desta obra já está concluída com recursos do PAC, mas atualmente encontra-se paralisada.



O ministro ouviu tudo atentamente e garantiu para os parlamentares, empenho pessoal para a resolutividade do impasse com companhia aérea e o retorno das obras de ampliação do pátio de estacionamento do Aeroporto Internacional de Parnaíba Prefeito Dr. João Silva Filho.

“A empresa tem que manter as rotas. Se não por eles, mas por nós, pela população. Isso é importante para que não se perca este ritmo turístico que foi iniciado e tenha que se começar do zero novamente”, disse o ministro.

Padilha irá se reunir com a Azul no início da semana para solicitar que a empresa continue mantendo os voos atuais até que a situação do Aeroporto possa ser resolvida.

Ascom 
COMPARTILHAR:

+1

Música do Dia