CRO/PI realiza fiscalizações em 15 cidades no interior do Piauí


Prezando pela qualidade do atendimento em saúde bucal no interior do Estado, a equipe de fiscalização do Conselho Regional de Odontologia do Piauí (CRO/PI) realizou vistorias em 15 municípios, entre os dias 26 de setembro e 06 de outubro.


Em Picos, foram realizadas visitas em cinco clínicas populares, onde foi constatada como principal irregularidade a falta de inscrição das clínicas e das auxiliares no CRO/PI. Os munícipios de Sussuapara, São João da Canabrava, São Luís do Piauí, Santana do Piauí, Bocaína e São José do Piauí também receberam a equipe de fiscalização e dentre as principais irregularidades encontradas estão a falta de suporte e/ou caixa de perfuro cortante, falta de pia para assepsia das mãos dos profissionais e ausência de inscrições das auxiliares junto ao Conselho.


No início de outubro, as equipes de fiscalização do CRO/PI percorreram os municípios de Marcolândia, Caldeirão Grande, Francisco Macedo, Alegrete, Padre Marcos, Belém do Piauí, Campo Grande e Geminiano.


A maioria dos consultórios foi notificada pela ausência de registro da auxiliar junto ao Conselho, dentre outras irregularidades. Consultórios de Alegrete e Geminiano foram suspensos por falta de registro de cirurgião dentista e falta de estrutura adequada para funcionamento assim como a esterilização dos materiais inapropriada, respectivamente.


Nas cidades visitadas, os fiscais concluíram que na região, existe uma carência muito grande de Auxiliar de Saúde Bucal (ASB) e Técnico em Saúde Bucal (TSB), as poucas existentes exercem, na sua grade maioria, duas funções sendo elas ASB/TSB e Técnico em Enfermagem, se inscrevendo  apenas no Conselho Regional de Enfermagem (COREN) e exercendo de forma "ilegal" a profissão de ASB/TSB, pois não possuem registro junto ao CRO/PI. Aos profissionais foi dado um prazo de 15 a 20 dias para regularização.


Até o final do ano, o Conselho pretende visitar muitas cidades, assim respaldando e garantindo a legitimidade da profissão, tanto dos Cirurgiões Dentistas como dos técnicos e auxiliares.



Ascom  

COMPARTILHAR:

+1