Ex-aluna do IFPI abre empresa de tecnologia nos Estados Unidos


Rosiane Rodrigues de Amorim, egressa do curso de Tecnologia em Alimentos (Campus Teresina Central) e ex-bolsista do programa Ciência sem Fronteiras, abriu uma empresa de tecnologia em San Diego, cidade dos Estados Unidos localizada no estado da Califórnia. A empresa, Tricky Inc, foi fundada por Rosiane juntamente com o indiano Naresh Kumar Velmurugan e o estadunidense Cameron Watson.

A empresa tem o foco no desenvolvimento de softwares. O primeiro produto da empesa é o aplicativo TrickyChat, que será lançado em breve para os sistemas móveis Android e iOS. Ele permitirá que as pessoas compartilhem mensagens anonimamente com seus amigos e familiares. “Com o Trickychat será possível enviar mensagens a qualquer pessoa dos contatos (rede social ou lista telefônica) que também utilizarem o aplicativo”, explica Rosiane.

Ela acrescenta que o receptor da mensagem anônima tem que identificar o remetente, caso contrário a conversa será encerrada. “O aplicativo reúne chat, jogos e interatividade de forma divertida”, diz a ex-aluna.


Trajetória

Foi como aluna do IFPI que Rosiane morou no Arkansas (EUA) sendo bolsista do Ciência sem Fronteiras, programa de intercâmbio e mobilidade internacional. Essa experiência e os conhecimentos adquiridos despertaram nela uma vontade de superação, expandindo seus horizontes e possibilidades.

“A instituição sempre me deu apoio e me direcionou, não apenas com relação à área profissional, mas também me ajudou a crescer como cidadã. Além disso, a experiência de conviver com pessoas de vários países, culturas e ideias diferentes, foi extremamente significativa e prazerosa, além de me permitir a criação de uma rede de contatos com incrível potencial”, conta.

Essa rede de contatos fez com que Rosiane se juntasse a Naresh e Cameron na criação da Tricky Inc. Após a ideia, passaram a trabalhar em conjunto, por videoconferência. “Nosso objetivo, a longo prazo, é estabelecer a Tricky Inc como uma empresa de sucesso, com inúmeros produtos que possam mudar o mundo para melhor”, finaliza Rosiane. 

IFPI
Diretoria de Comunicação


COMPARTILHAR:

+1