Segurança promove Workshop com professora de Universidade do Reino Unido



A Secretaria de Segurança Pública do Piauí em parceria com Fórum Brasileiro de Segurança Pública - FBSP, com apoio da Embaixada Britânica realizará o Workshop especial para policiais e guardas municipais: Mulheres em situação de violência e o papel dos profissionais de segurança pública, nos dias 23 e 24 de outubro de 2017 sob coordenação da Prof.ª Fiona Macaulay, da Universidade de Bradford/Reino Unido, ainda Marina Pinheiro e Samira Bueno do Fórum Brasileiro, no Auditório do Geratec UESPI – Campus Torquato Neto, com abertura às 8h30.

O workshop é direcionado a policiais militares, policiais civis e guardas-civis municipais que tenham interesse em atuarem como multiplicadores, que trabalhem a formação ou áreas correlatas ou que atuem diretamente no atendimento das mulheres vítimas de violência. Participam também do evento parceiros como a OAB, Salve Rainha, Coordenadoria Estadual de Políticas para Mulheres, Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres. 

O objetivo principal é discutir o papel dos profissionais da segurança pública no enfrentamento dessa violência ao mesmo tempo em que os prepara para atuarem como multiplicadores no campo da formação em violência de gênero e violência contra a mulher. 

Para a Delegada Eugênia Villa, Coordenadora do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Violência de Gênero, o Workshop terá a presença de especialistas na violência contra mulher, uma psicóloga e uma socióloga, “é muito mais do que uma capacitação, é uma essencialmente uma discussão das políticas que estamos implantando no Estado”, afirma a Coordenadora.

Na oportunidade busca-se a criação de protocolos de atendimento, pensando também no Plano Estadual de Segurança Pública, visando capacitar todos os profissionais na perspectiva de gênero, “capacitamos esses profissionais agora, que se tornarão multiplicadores, alunos convocados pelo Secretário de Segurança levando em conta a representação dos 12 territórios de desenvolvimento, a presença de delegacias da mulher e delitos como estupro coletivos e feminicídio” explica Eugênia Villa.

A oficina acontecerá durante os dois dias, das 9h às 18h, de forma interativa e permitirá, a partir das experiências de trabalho dos próprios policiais, entender melhor as questões sobre relações de gênero e como estas se conectam a sua atividade profissional e a sua identidade como policial.

Ascom SSP-PI


COMPARTILHAR:

+1