Testes de gravidez de farmácia são mesmo confiáveis?



Pesquisa brasileira com 10 mil mulheres revela que 71% do público feminino recorreu ao teste de farmácia

Por milhares de anos, as mulheres para saber se estavam grávidas recorriam à percepção dos principais sintomas de uma gestação como: ânsia de vômito, tontura, indisposição, entre outros.

Com o passar dos anos, começaram a recorrer a testes caseiros de gravidez dos mais variados: com água sanitária, fervendo a urina, com cloro, com vinagre, com pasta de dente, entre outros. A urina em contato com as soluções líquidas, em caso de gestação, alteraria a cor do elemento e provocaria espuma, em contato com a pasta de dente branca, se ao acrescentar algumas gotas de urina e se tornasse azulada e espumasse, era sinal de possível gravidez. Já o teste de ferver a urina, faria com que aparecesse uma espécie de nata, caso a mulher estivesse grávida. Porém, com o passar dos anos e avanços tecnológicos, muitas mulheres podem ter acesso aos testes de farmácia, que podem ser encontrados facilmente e podem tirar a dúvida sobre estar grávida ou não em até 3 minutos, dependendo da marca do produto.

Mas os testes de farmácia são mesmo confiáveis?

Segundo pesquisa com 10.000 mulheres de todo o Brasil, realizada pelo portal especialista em saúde feminina Trocando Fraldas, 71% das mulheres recorreram aos testes de farmácia enquanto 69% recorreram diretamente ao teste de sangue para saber se estavam grávidas ou não.

Especialistas alertam que em casos de ciclos menstruais regulares é possível detectar a gravidez até quatro dias antes do atraso menstrual. O teste de farmácia e o teste de sangue podem detectar a presença do hormônio HCG oito ou nove dias após a fecundação. É sempre recomendado que o teste de tira de farmácia seja realizado com a primeira urina do dia, que em caso de gravidez concentra maior quantidade de hormônio HCG.

Se o resultado do exame for positivo, a mulher deve recorrer logo em seguida à confirmação por meio do exame de sangue e em caso de resultado positivo, se iniciará o acompanhamento pré-natal.

Principais sintomas de gravidez

Muitas mulheres começam a desconfiar que estão grávidas não pelo atraso menstrual, mas por outros sintomas como: apetite fora do comum, dores nos seios ou alteração de coloração das auréolas, enjoos, presença de corrimento marrom ou rosa, tontura, sono em excesso, maior freqüência urinária, entre outros.

Daiana Barasa - Assessora de Comunicação


COMPARTILHAR:

+1